dafabet

Capa do Álbum: dafabet
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
dafabet
Ícone seta para a esquerdaVeja todas as Notícias.

Tecnologia no cinema: filmes que falam sobre reconhecimento facial

Entre previsões e retratos do que já existe, a sétima arte nos traz diversas reflexões sobre o progresso tecnológico

Placeholder - loading - Fonte - Divulgação
Fonte - Divulgação

Publicada em  

Com o avanço da tecnologia, nossa vida se tornou ainda mais fácil e segura. Um exemplo disso é o reconhecimento facial, que permite que tenhamos um acesso mais fácil a dispositivos e ambientes, sem precisar de cartões de acesso ou lembrar de senhas.

Porém, sabemos que a tecnologia também pode ser usada com más intenções, como a de enganar ou controlar pessoas, e é normal que se tenha uma certa desconfiança quanto ao seu avanço. Pelo menos, essa desconfiança nos rendeu diversas histórias e filmes muito interessantes que se tornaram sucessos aclamados.

Assim, confira 4 filmes imperdíveis que contam com a tecnologia de reconhecimento facial e de íris:

2001: Uma Odisseia no Espaço (1968, Dir. Stanley Kubrick)

Para abrir a lista em grande estilo, não poderíamos ter escolhido um filme melhor. Um marco talvez nunca superado nos filmes de ficção científica, o filme é dirigido pelo grande Stanley Kubrick, famoso por filmes como Laranja Mecânica e O Iluminado.

Nesta enorme e caríssima produção, somos apresentados a uma equipe de astronautas que parte em uma missão espacial na companhia da inteligência artificial Hal 9000, que fala, reconhece voz e realiza reconhecimento facial. Hal é tão avançado que toma a decisão de encobrir os erros que comete, e entra em um grande conflito com os tripulantes.


Para assistir com seus filhos, o filme Wall-E, da Pixar, realiza uma grande referência a Hal na grande nave onde o pequeno robô entra para completar seu objetivo.


Minority Report - A Nova Lei (2002, Dir. Steven Spielberg)

Imagina se fosse possível impedir um crime antes mesmo que ele aconteça? Neste filme, que se passa em 2054, isso é possível graças a uma tecnologia que nos permite prever o futuro, e graças a isso a cidade de Los Angeles registrou 6 anos sem homicídios.

Na pele do detetive John Anderton, interpretado por Tom Cruise, embarcamos na investigação de uma falha deste sistema, passando por várias previsões futurísticas de tecnologia aplicada às propagandas, meios de transporte e, obviamente, à identificação de pessoas por reconhecimento facial e de íris.


Blade Runner (1982, Dir. Ridley Scott)

Numa história que se passa em 2019 (que foi imaginado de uma forma muito mais futurista do que realmente é), seguimos um ex-policial que caça clones de humanos disfarçados, chamados de replicantes. A venerada obra mostra diversas tecnologias que se tornaram realidade, como o reconhecimento da íris e a evolução dos polígrafos e detectores de mentiras.


Anon (2018, Dir. Andrew Niccol)

Para encerrar, um longa mais recente e mais próximo de nossos tempos atuais. Anon conta a história de um detetive num mundo em que o reconhecimento facial classifica a todas as pessoas e grava as suas memórias.

No meio disso, aparece uma hacker que consegue escapar a esse sistema e abre espaço para a realização de diversos crimes, mas o caso acaba sendo ainda mais profundo do que parece neste filme original Netflix.


Veja também:

Conheça a história por trás de Hurricane, de Bob Dylan

John Lennon completaria 81 anos: relembre sua história e maiores sucessos

Escrito por Luccas Franco Comitre

Últimas Notícias

  1. Home
  2. noticias
  3. tecnologia no cinema filmes …

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.

dafabet Mapa do site