dafabet

Capa do Álbum: dafabet
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
dafabet
Ícone seta para a esquerdaVeja todas as Notícias.

45º Mostra Internacional de Cinema de São Paulo tem edição online

Serão exibidos mais de 200 títulos do mundo todo, online e presencialmente

Placeholder - loading - 45ª Mostra Internacional de Cinema - IStock
45ª Mostra Internacional de Cinema - IStock

Publicada em  

Hoje, dia 20 de outubro, ocorrerá o evento de abertura da 45º Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Diferente do costume, o evento não começará com uma cerimônia, mas com a exibição de 12 filmes (nove longas-metragens e a junção de três curtas) em dez sessões simultâneas espalhadas pela cidade.

Mas os fãs de cinema não ficarão sem solenidades. Antes de cada obra será exibido o vídeo da cerimônia de inauguração com a diretora da Mostra, Renata de Almeida, o apresentador Serginho Groisman, patrocinadores do evento - dentre os quais estão o Itaú, a Sabesp, a Prefeitura de São Paulo e o Spcine - e autoridades do meio da cultura e do cinema.

Um dos filmes a ser exibido é o inglês Noite Passada em Soho, do diretor Edgar Wright, que é aguardado há muito tempo pelos fãs da sétima arte.



Como alguns filmes serão exibidos somente nos cinemas e outros somente de forma digital, serão disponibilizados para compra pacotes específicos para exposições físicas e digitais. No último caso, os preços variam conforme a quantidade de títulos que você garante ver.

As exibições digitais ocorrerão através dos streamings Mostra Play, Itaú Cultural Play e Sesc Digital, sendo os filmes exibidos nestes dois últimos gratuitos. Todas as plataformas poderão ser acessadas pelo site da Mostra.

A exibição presencial também oferecerá sessões gratuitas, a serem exibidas no Vão Livre do Masp, Vale do Anhangabaú, Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso e Centro Cultural Tiradentes, além de valores promocionais nos cinemas do circuito Spcine - o Centro Cultural São Paulo (CCSP) e a Biblioteca Roberto Santos.

O evento em si

Amanhã começarão as exibições oficiais dos 265 títulos, que virão dos mais diversos países e terão entre eles alguns que foram muito bem premiados nos mais ilustres festivais do mundo, como Compartment N°6, vencedor do Grande Prêmio do Júri no Festival de Cannes; e Má Sorte no Sexo ou Pornô Amador, vencedor do Urso de Ouro no Festival de Berlim. Você pode conferir a programação completa aqui.

A Mostra também recepcionará outra obra de imenso destaque: Titane, dirigido pela francesa Julia Ducourneau, vencedor da Palma de Ouro, o prêmio máximo do Festival de Cannes. Com cenas de violência forte, cores contrastadas e muito metal, a obra tornou Julia a segunda mulher na história a receber o prêmio. O longa será exibido nos Espaços Itaú de Cinema Frei Caneca e Augusta, bem como no Cine Marquise.



Apesar do cinema brasileiro nunca ter ganhado um Oscar de Melhor Filme, já marcamos presença entre os vencedores da Palma de Ouro em 1962, com o aclamadíssimo filme O Pagador de Promessas, que retrata o jogo de poder e opressão nordestina da época.

Pôster francês de O Pagador de Promessas
Toque para aumentar

Porém a programação estrangeira não será 100% do circuito. Teremos diversos filmes nacionais excelentes para assistir, como o longa Sete Prisioneiros, com Rodrigo Santoro e Christian Malheiros, ator de Sintonia. O filme recebeu o prêmio Sorriso Diverso Venezia de melhor filme estrangeiro.

Além dos filmes

Para tornar o evento ainda mais especial, além dos filmes também contaremos com a presença dos diretores e produtores dos filmes através de vídeos enviados previamente, por conta da pandemia e do isolamento social.

Também ocorrerão bate-papos e entrevistas com estes profissionais, que serão apresentados e transmitidos pelo site da Mostra e pelo canal no YouTube do evento.

Sobre a Mostra

A Mostra Internacional de Cinema de São Paulo é um evento sem fins lucrativos que teve sua primeira edição em 1977, fruto de diversas exibições de filmes estrangeiros que se tornaram sucesso entre a audiência do museu.

Como é comum ao cinema trazer críticas sociais e mensagens políticas, o festival teve de lidar com diversas censuras por parte do regime militar ao longo dos anos, até que com a redemocratização conseguiu maior liberdade e autonomia.

Sempre exibindo filmes premiados e muito bem quistos pela crítica internacional, com a presença de diretores ilustríssimos como Krzysztof Kie?lowski (diretor da chamada Trilogia das Cores), não demorou para que o evento ganhasse projeção internacional e se tornasse referência no meio.

Pôsteres dos filmes da Trilogia das Cores
Toque para aumentar

Hoje, em sua 45ª edição, o festival continua a trazer filmes de excelência artística e crítica, se adaptando ao formato online em decorrência da pandemia e mostrando que, em momentos de crise e de medo, a arte sempre deve encontrar uma maneira de estar presente.

Veja também:

“Cowboys”: faroeste sensível aclamado no Festival de Tribeca chega ao Brasil hoje

8 filmes clássicos dos anos 80 disponíveis na Netflix

Últimas Notícias

  1. Home
  2. noticias
  3. 45 mostra internacional de …

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.

dafabet Mapa do site